A Menina das Framboesas

Tem menos de um ano e é um sucesso incontornável. Miss Berry é na verdade Marta Cruz, advogada de profissão que resolveu criar esta marca de bolos como um pequeno projeto, que entretanto se expandiu para um negócio mais alargado.

Miss Berry – Frutas e Docinhos nasceu em novembro de 2014 e tem crescido desde aí, somando clientes institucionais, como a EDP e a PT, e pastelarias por toda a cidade de Lisboa. Marta Cruz, a fundadora, pratica advocacia em regime de freelancer, mas sempre se sentiu atraída pelo mundo da pastelaria. Em novembro conheceu uma pasteleira e um confeiteiro que estavam desempregados e propôs começarem a fazer em conjunto alguns bolinhos e outros doces para vender em pequenas quantidades.

Marta revela que o gosto pela pastelaria surgiu em pequena. “O meu avô, que entretanto faleceu já há dois anos, foi pasteleiro a vida toda e eu sempre tive a paixão pelos bolos. Vivíamos numa casa grande no Alentejo, em Beja, e eu lembro-me do cheiro dos bolos de manhã. Ele tinha uma fábrica pequena e vendia só para fora. Especializou-se em queijadas de requeijão do Alentejo e toda a gente o conhecia. É uma grande inspiração para mim”, conta Marta.

O logotipo da sua nova marca foi criado por uns amigos seus da empresa Lisbon Lovers, que acreditaram no projeto e decidiram ajudar na imagem da Miss Berry. A própria Marta criou uma página de Facebook para dar dimensão e visibilidade à sua marca, página essa que já conta com mais de dois mil e cem gostos e muitos elogios.

Entretanto estabeleceu parcerias com várias marcas, entre as quais a empresa Berry Evolution, que pertence ao seu cunhado. “É uma empresa de framboesas que tem fabrico próprio e faz a sua própria comercialização. Através desta parceria nós desenvolvemos alguns produtos com framboesas e também foi isso que deu origem ao nome”, esclarece.

O nome foi, na realidade, uma ideia de Eduardo, o marido de Marta. Nasceu da ajuda que Marta deu ao expandir o negócio do cunhado ao ramo de hotelaria, e daí ter ficado conhecida como “a menina das framboesas”. Por isso, quando Marta pensou em arranjar um nome sonante para a sua marca, Eduardo disse imediatamente que ela deveria chamar-lhe Miss Berry, acrescentando que esse era um nome que tinha tudo a ver com ela e com o seu percurso.

Miss Berry marcou presença no Mercado do Chocolate de Cascais, que se realizou no início de março, onde fez contactos fundamentais com grandes marcas de chocolate e teve um excelente feedback do público. “Na feira fomos elogiados por muitos clientes e até no Facebook nos disseram que achavam que éramos o melhor produto que lá estava. Nós levámos o Pão de Mel, o Brownie e o Bolo de Framboesa, mas o Pão de Mel é realmente um bolo diferente e as pessoas gostaram muito”, conta Marta, acrescentando que tem sido muito mimada pelas pessoas com quem tem falado sobre o seu projeto.

Com o crescimento do negócio, Marta tem tido diversos convites para parcerias, algumas em que está a trabalhar neste momento, e para alguns eventos, como “O Chocolate em Lisboa”, um mercado no Campo Pequeno no qual Miss Berry já garantiu a sua presença em 2016.

“Tem sido um projeto giro e eu gosto desta parte comunicativa, e gostava muito de ter uma loja, e se eu conseguir dar trabalho a algumas pessoas e ajudar vai ser ótimo, vai ser o meu contributo nesta vertente que nem eu sabia que tinha. Mas antes da loja pretendo criar nome e eu acho que criar um negócio sem ter muita necessidade dele é muito bom, porque assim posso fazer o negócio crescer com sustentabilidade, não disparar para todo o lado”, esclarece Marta.

“Eu sou muito feliz com a minha vida, gosto muito daquilo que faço, a nível de Direito, mas agora com este crescimento da Miss Berry tenho-me dedicado muito a este negócio, até porque gosto desta parte dos contactos e das reuniões”, afirma. Marta deixou de trabalhar a tempo inteiro quando engravidou da sua filha mais nova, que tem atualmente dois anos. Agora dedica-se ao seu trabalho de freelancer e às suas duas filhas, a mais velha com quatro anos. “Tenho tido tempo de gerir as coisas, eu é que faço a gestão do meu tempo e só por causa das minhas filhas é que tenho de cumprir horários”, remata com entusiasmo.

Marta está ansiosa pelos próximos passos do seu negócio e acredita que talvez um dia deixe o ramo da advocacia para se dedicar inteiramente a este seu projeto de sucesso.

Previous Image
Next Image

info heading

info content

One Comment

  1. Marta, não me surpreende o enorme sucesso, tu és um sucesso, como esposa,mãe e filha e neta, e AMIGA dos teus AMIGOs, onde tenho o privilégio de fazer parte, Obrigado Marta

    Luisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *