Passeio de Moliceiro – Aveiro

Uma das formas mais recomendadas para conhecer Aveiro é o passeio de moliceiro, embarcação típica da Ria de Aveiro. Este barco tinha outrora a função da apanha do moliço, plantas aquáticas que serviam para uso na agricultura. Contudo, atualmente tem apenas um propósito turístico.

 

O Moliceiro é um barco colorido, decorado com motivos florais e desenhos com representações religiosas, históricas, artísticas e do quotidiano. Estes pequenos barcos, com 14,5 metros de comprimento e cerca de 2,5 metros de largura, foram desenhados para zonas de caudal baixo e são feitos de madeira de pinheiro, árvore predominante na região de Aveiro.

Por norma, eram movidos à vela, à vara ou à sirga, esta última um cabo mais utilizado para passar canais mais estreitos ou junto às margens, contra a corrente ou contra o vento. Hoje em dia funcionam a motor.

Moliceiros na Praça do Rossio
Moliceiros na Praça do Rossio

 

No nosso percurso, saímos do Rossio, largo central da cidade ao pé do qual se encontra a maioria destes barcos, e fomos em direção às salinas, passando pelo Canal Central e pelo Canal das Pirâmides. Pelo caminho passámos por inúmeras casas decoradas com Arte Nova, grande característica da cidade, que se assume como a Capital portuguesa de Arte Nova.

 

Margem da Ria de Aveiro
Margem da Ria de Aveiro
Salinas
Salinas
Casa em Arte Nova
Casa em Arte Nova

 

Virámos para o Canal de São Roque, passando por baixo da Ponte de São João, onde podemos ver casas tradicionais dos pescadores e peixeiras e encontrar uma ponte pedonal circular que faz a ligação entre a zona histórica, com armazéns de sal e peixe, ao parque de lazer na outra margem da Ria. Ao fundo, vemos a Ponte de Carcavelos, também conhecida como Ponte dos Namorados, uma das mais fotografadas durante o passeio. Esta ponte foi construída em 1953, 11 depois da queda da ponte original, e era atravessada diariamente por quem trabalhava nas salinas.

Entrada para o Canal de S. Roque
Entrada para o Canal de S. Roque
Ponte de Carcavelos
Ponte de Carcavelos
Ponte de Carcavelos
Ponte de Carcavelos

 

Em seguida, entrámos no canal do Cojo e pudemos ver o edifício da Assembleia Municipal, único assente em arcadas na água da Ria, o Centro Comercial Fórum Aveiro, um conjunto de edifícios com os corredores a céu aberto, e várias pontes típicas. Por fim, o passeio termina na antiga fábrica de cerâmica Jerónimo Pereira de Campos, que em 1995 foi recuperada e agora alberga uma parte da Câmara Municipal de Aveiro e o Centro de Congressos da cidade. Demos a volta no lago artificial Fonte Nova, criado por esta fábrica para arrefecimento dos fornos, até regressar ao ponto de partida.

 

Moliceiros e Assembleia Municipal Aveiro
Edifício da Assembleia Municipal Aveiro
Antiga Fábrica de Cerâmica
Antiga Fábrica de Cerâmica

Veja aqui o vídeo deste passeio:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *