Hoje em dia, é comum olhar para o empreendedorismo como uma via alternativa para quem sai da faculdade e não quer ter um trabalho das 9h às 18h, ou para quem está insatisfeito com a posição de trabalho em que se encontra atualmente e quer criar as suas próprias oportunidades. Mas será o empreendedorismo a solução para todos os que enfrentam dificuldades profissionais?
For over two months we have been watching a new increasing wave of remote work implemented by several companies, in order to maintain their activity while keeping their employees safe. Workers have had to adapt to online and digital processes, but this transition has not always been smooth: businesses with a strong physical connection, such as a physical product or service, might not have been fully successful.
Synthetic Realities, commonly known as Virtual Reality, Augmented Reality and Mixed Reality, are now part of our everyday life. From the gaming industry to lifestyle apps, this new way to experience reality is all around us. How are businesses taking advantage of this digital virtual era?
A Web Summit é o maior evento de tecnologia e inovação na Europa e, possivelmente, no mundo, que permite a mais de 50 mil participantes a criação de contactos e de negócio com empresas e entidades de todo o mundo em apenas 4 dias. Mas esta não é uma “feira de oportunidades” tradicional: requer muita preparação prévia para quem quer realmente transformar estes 4 dias nos mais produtivos do ano.
On November 7th to 10th, Lisbon will held the 2016’s edition of Web Summit, known as “Europe’s Largest Technology Marketplace”. More than 50.000 people will gather to talk about tech and its many applications on our daily lives, and to discuss the latest trends in many tech related areas such as Marketing, Fashion, Design, Code, Content, Data, amongst others.
Lisbonlovers é uma marca de merchandising que exalta a paixão pela cidade, mas que cresceu para além da simples venda de souvenirs nas suas lojas próprias e se transformou num conceito que quer fazer a ponte entre design e as típicas lembranças da cidade. Esta é, para todos os amantes de Lisboa, uma nova e apaixonante forma de amar a cidade.
Teve lugar a 4 de fevereiro no Pátio da Galé, em Lisboa, o Startup Go Global, um evento que reuniu o Secretário de Estado da Indústria e Inovação João Vasconcelos, o Presidente da Câmara de Lisboa Fernando Medina, o Presidente da AICEP Miguel Frasquilho, o CEO do Web Summit Paddy Cosgrave e muitos outros fundadores de startups e empreendedores reconhecidos internacionalmente.
Sonhadora por natureza, Cátia Almeida é uma jovem artista que criou o seu próprio projeto: Vanilla Vice. Esta loja online já tem mais de um ano de existência e a cada dia que passa cresce mais, sendo a concretização de um sonho que Cátia já tinha há muito tempo.
Tem menos de um ano e é um sucesso incontornável. Miss Berry é na verdade Marta Cruz, advogada de profissão que resolveu criar esta marca de bolos como um pequeno projeto, que entretanto se expandiu para um negócio mais alargado.
Primetag é um novo conceito de compra: ver para comprar. A empresa, nascida em Aveiro pela mão do atual diretor executivo, Manuel Albuquerque, quer levar a máxima “uma imagem vale mais do que mil pixéis” para outro nível, pois vai permitir que qualquer imagem online possa transformar-se num produto passível de ser comprado.
Matia Losego é um jovem italiano, licenciado em Animação Sociocultural e apaixonado por iniciativas de voluntariado que provoquem um impacto na comunidade. Encontra-se neste momento a trabalhar como gestor de projetos na Associação Juvenil Dínamo, localizada nas Mercês, em Sintra. Participa também em diversas atividades de voluntariado e de educação não formal em vários locais de Portugal.
Carlos Silva, de 30 anos, é membro da dupla de música eletrónica e dubstep de nome Karetus. Tem interesse pelas mais variadas áreas e uma enorme cultura geral, o que influencia o processo criativo da sua música e o motiva a querer sempre mais.